E o plano para a Saúde?
Ana Rita Cavaco
03 de junho de 2020

E o plano para a Saúde?

Agora que os centros comerciais já abriram e que a bola começa a rolar, espero que desconfinamento não seja sinónimo de esquecimento.

Depois de tudo que se passou nos últimos três meses, seria estranho que a retoma da normalidade trouxesse uma espécie de amnésia colectiva. A verdade é que vivemos na ditadura do agora e a memória nem sempre resiste às tentações da actualidade. A melhor forma de não esquecer aquilo que nos aconteceu, passa por concretizar transformações de fundo, impor mudanças que corrijam problemas estruturais e combatam injustiças antigas. 

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Para activar o código da revista, clique aqui