E a inquietação? 
Ana Rita Cavaco
26 de fevereiro de 2020

E a inquietação? 

Enquanto o país debatia a eutanásia, Rogério morria à espera. Não foi uma morte escolhida, refletida, reiterada. Foi uma partida inesperada, sem escolha, totalmente avessa à sua vontade.

Enquanto o país debatia a eutanásia, Rogério morria à espera. Não foi uma morte escolhida, refletida, reiterada. Foi uma partida inesperada, sem escolha, totalmente avessa à sua vontade. Rogério morreu no Hospital de Beja, enquanto esperava para ser atendido, com uma pulseira amarela presa ao pulso.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login