A manta continua curta
Ana Rita Cavaco
06 de maio de 2020

A manta continua curta

Terminou o Estado de Emergência, mas o vírus não desapareceu. Regressar à normalidade possível exige responsabilidade, atenção e capacidade de antecipação face a tudo aquilo que ainda está para vir.

Voltar à vida significa olhar para o outro lado da Covid-19. Estes dois meses de combate representam facturas pesadas ao nível dos cuidados gerais de saúde. Adiaram-se consultas, cirurgias e exames. O medo forçou milhares de portugueses a recusarem cuidados de saúde. É sobre este outro lado da Covid-19 que ainda não sabemos tudo. O que percebemos, e isso parece indiscutível, é que temos de fazer um esforço para combater alguns atrasos e voltar a cuidar das pessoas dentro do tempo clinicamente viável.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login