Notícia

Europa

Governo espanhol aprova transladação de restos mortais de Franco

24.08.2018 12:16 por Diogo Barreto
O ditador está sepultado no mausoléu de Valle de los Caídos, devendo agora ir para o cemitério El Pardo onde estão enterrados membros da família Franco.
franco vale dos caidos
Foto: Oscar Gonzalez/NurPhoto via Getty Images
franco vale dos caidos
Foto: Oscar Gonzalez/NurPhoto via Getty Images
franco vale dos caidos
Foto: Oscar Gonzalez/NurPhoto via Getty Images
franco vale dos caidos
Foto: Oscar Gonzalez/NurPhoto via Getty Images
franco vale dos caidos
Foto: Oscar Gonzalez/NurPhoto via Getty Images
Foto: Reuters

Franco vale dos caídos

O governo espanhol aprovou o decreto de lei para exumar os restos mortais do ditador Francisco Franco do Valle de los Caídos, o monumento que o próprio mandou construir de forma marcar a sua vitória na Guerra Civil de Espanha em 1936, que o levou ao poder. 

Depois da aprovação do decreto lei que modifica a Lei da Memória Histórica aprovada pelo governo de Zapatero em 2007, será possível começar o processo de exumação dos restos do ditador. Serão ainda introduzidas cláusulas que darão "máxima cobertura legal" à decisão jurídica contra prováveis reclamações. 

Segundo o primeiro-ministro espanhol, Pedro Sánchez, este não será um processo apressado e imediato, invés vai alongar-se durante algum tempo para ser feito de forma correcta.

Esta decisão, que já era esperada, foi bastante contestada pela família do antigo ditador que terá 
pub

um mês para se opor, podendo a exumação não ocorrer até Outubro.

Entre as opções para o destino dos restos mortais do ditador está a colónia de Mingorrubio – onde estão enterrados membros da família Franco –, no cemitério El Pardo. De acordo com o El Confidencial, até agora o destino dos restos mortais era uma incógnita.


pub
pub