Trump não vai a Jerusalém para inauguração da embaixada dos EUA

Lusa 07 de maio de 2018
As mais lidas

O presidente norte-americano anunciou em Dezembro a decisão de reconhecer Jerusalém como a capital de Israel.

Donald Trump
Donald Trump anuncia guerra na Síria
Donald Trump anuncia guerra na Síria
Donald Trump
Donald Trump anuncia guerra na Síria
Donald Trump anuncia guerra na Síria



Donald Trump não vai estar presente na inauguração da embaixada dos EUA em Jerusalém, prevista para segunda-feira, e será representado por John Sullivan, número dois da diplomacia norte-americana, e pela sua filha e conselheira Ivanka Trump. A Casa Branca emitiu esta segunda-feira a lista da delegação presidencial que se desloca a Jerusalém, onde está também incluído Jared Kushner, genro de Trump e conselheiro do Governo sobre o Médio Oriente.

O Presidente norte-americano, que em Dezembro anunciou a decisão de reconhecer Jerusalém como a capital de Israel, rompendo com os seus antecessores, tinha deixado entender nos últimos dias que poderia estar presente na cerimónia. Esta polémica transferência do local da embaixada para uma cidade que os palestinianos também reivindicam como capital de um futuro Estado está prevista para 14 de maio, com o objectivo de coincidir com o 70.º aniversário da criação do Estado de Israel.

Descubra as
Edições do Dia
Publicamos para si, em três periodos distintos do dia, o melhor da atualidade nacional e internacional. Os artigos das Edições do Dia estão ordenados cronologicamente aqui , para que não perca nada do melhor que a SÁBADO prepara para si. Pode também navegar nas edições anteriores, do dia ou da semana.
Boas leituras!
Artigos Relacionados
Opinião Ver mais