Rio de Janeiro só reabre praias quando houver vacina contra a Covid-19

Rio de Janeiro só reabre praias quando houver vacina contra a Covid-19
Leonor Riso 09 de julho de 2020

Quem o diz é o prefeito da cidade, Marcelo Crivella. Brasil é o segundo país do mundo mais atingido pela pandemia do novo coronavírus.

As praias do Rio de Janeiro, no Brasil, só vão reabrir oficialmente a banhistas quando existir uma vacina para a Covid-19, garantiu o presidente da câmara, Marcelo Crivella.

Atualmente, as praias só estão abertas a quem fizer exercício e desportos aquáticos. Porém, há banhistas que nos últimos fins de semana têm quebrado as regras e permanecido no areal. Muitos não usam máscaras nem seguem as normas de distanciamento social.

"Onde não se possa usar máscaras, a inclinação é para só voltar quando existir uma vacina, que está a ser testada, ou quando a contaminação é perto de zero", afirmou Crivella aos repórteres, citado pela agência Reuters. "Na praia, não se usa máscara e a probabilidade de infeção sobe."

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Para activar o código da revista, clique aqui
Investigação
Opinião Ver mais