Passaporte português é o sétimo mais poderoso do mundo

Passaporte português é o sétimo mais poderoso do mundo
Diogo Barreto 08 de janeiro de 2020

O Japão volta a ter o passaporte que dá acesso a mais países de todo o mundo. Com o documento português pode-se entrar em 185 países.

O Japão tem o passaporte mais poderoso do mundo e Portugal o sétimo mais poderoso. São estas as conclusões do Henley Passport Index, a tabela que ordena os passaportes mais poderosos do mundo, e que coloca o português em sétimo lugar. O "poder" do passaporte é medido de acordo com o número de destinos a que estes documentos dão acesso sem haver necessidade de um visto prévio.

O Japão ocupa o lugar cimeiro desta lista há três anos consecutivos. Este documento dá acesso a 191 países por todo o globo. Em terceiro lugar surgem os passaportes de Singapura (190 países), Coreia do Sul e Alemanha (189 países). O pódio contém três países asiáticos e um europeu.

Portugal surge empatado, na sétima posição, com outros quatro países (Suíça, Países Baixos, República da Irlanda e Áustria). Todos estes países abrem portas para 185 países. Na totalidade, existem 41 países que exigem, previamente, documentação específica para que um português os possa visitar. Entre estes estão Angola, China ou Rússia.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Investigação
Opinião Ver mais