Líder supremo do Irão promete vingança contra os EUA

03 de janeiro de 2020

"Uma vingança implacável aguarda os criminosos que encheram as mãos com o seu sangue e o sangue de outros mártires", afirmou o aiatola Ali Khamenei.

O líder supremo do Irão prometeu hoje vingar a morte do general iraniano Qassem Soleimani, morto esta manhã num ataque aéreo dos Estados Unidos em Bagdad, e declarou três dias de luto nacional.

"O martírio é a recompensa pelo trabalho incansável durante todos estes anos. Se Deus quiser, o seu trabalho e o seu caminho não vão acabar aqui. Uma vingança implacável aguarda os criminosos que encheram as mãos com o seu sangue e o sangue de outros mártires", afirmou Ali Khamenei, indicou a agência de notícias France-Presse (AFP).

O líder supremo declarou três dias de luto pela morte do comandante da força de elite iraniana Al-Quds, que descreveu como "símbolo internacional de resistência", de acordo com uma declaração lida na televisão estatal.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Opinião Ver mais