Jovens protestam contra lei laboral em Paris

Lusa 29 de abril de 2016
As mais lidas

Vinte e sete jovens manifestantes foram detidos, esta madrugada, após confrontos com a polícia numa praça central de Paris, depois de terem recusado ordens para dispersar

Além das 27 detidos, outras 24 pessoas ficaram sob custódia policial na sequência dos violentos confrontos em que os manifestantes atiraram blocos de cimento contra a polícia anti-motim e incendiaram veículos.

Joel Saget/Getty
Aproximadamente 100 "manifestantes particularmente violentos" forçaram as barricadas da polícia na Praça da República, a qual tem sido palco de concentrações nocturnas ao longo do último mês por parte dos "indignados" franceses do grupo Nuit Debout.

Contudo, na quinta-feira os manifestantes foram autorizados a permanecer apenas até à meia-noite.

A polícia afirmou que os últimos manifestantes foram dispersados pelas 02h00 (01h00 em Lisboa), sendo que alguns deixaram as barricadas improvisadas "para impedir o avanço das forças de segurança"

Um jornalista da agência AFP no local viu dois carros e duas motas a serem incendiadas.

O novo surto de violência tem lugar depois dos confrontos de quinta-feira durante os protestos contra as contestadas leis laborais que deixaram 24 polícias feridos, três dos quais com gravidade.

O movimento cidadão francês "Nuit Debout" ("Acordados Toda a Noite"), que começou a mobilizar-se no mês passado contra as reformas laborais propostas pelo executivo de Paris, pretende convocar uma série de reuniões no fim de semana de 7 e 8 de Maio para discutir a preparação de um "protesto internacional".
Descubra as
Edições do Dia
Publicamos para si, em três periodos distintos do dia, o melhor da atualidade nacional e internacional. Os artigos das Edições do Dia estão ordenados cronologicamente aqui , para que não perca nada do melhor que a SÁBADO prepara para si. Pode também navegar nas edições anteriores, do dia ou da semana.
Boas leituras!
Artigos Relacionados
Opinião Ver mais