Guiné: faculdade portuguesa desmente licenciatura de Embaló

Guiné: faculdade portuguesa desmente licenciatura de Embaló
Sara Capelo 15 de março de 2020

O novo chefe de Estado diz ser licenciado pelo Instituto de Ciências Sociais e Políticas, mas instituição disse à SÁBADO que nunca terminou o curso.


Umaro Sissoco Embaló, o general que tomou o poder na Guiné-Bissau a 27 de fevereiro, apresenta-se no seu site oficial como licenciado pelo Instituto de Ciências Sociais e Políticas (ISCSP), de Lisboa. Ora, segundo o presidente da instituição, Manuel Meirinho, Embaló (que não respondeu à SÁBADO) frequentou a licenciatura em Relações Internacionais entre 1997-1998 e 2000-2001 não tendo concluído o referido curso."

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Investigação
Opinião Ver mais