Facebook terá oferecido dados pessoais dos utilizadores a empresas como Netflix ou Airbnb

Record 06 de dezembro de 2018

O Parlamento britânico divulgou 250 documentos confidenciais do Facebook

Por Record - Record

Os documentos confidenciais do Facebook divulgados pelo Parlamento britânico esta quarta-feira, 5 de Dezembro, revelam como a rede social terá favorecido algumas empresas em detrimento de outras no acesso aos dados privados dos utilizadores, avança o The New York Times.

Com base nos 250 documentos divulgados pelos deputados britânicos, o jornal norte-americano escreve que, entre 2012 e 2015, a empresa fez acordos com empresas específicas, como a Netflix, o Airbnb ou a Lyft, para lhes dar acesso a dados. Isto aconteceu depois de a empresa ter mudado a política de privacidade que restringiu o acesso aos dados dos utilizadores pelas empresas. 

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Opinião Ver mais