Covid-19: China não regista qualquer caso pela primeira vez desde o início da pandemia

Lusa 23 de maio de 2020
As mais lidas

O número total de casos ativos na China é de 79, nove deles graves, e o número de casos confirmados desde o início da pandemia é de 82.971, dos quais 4.634 morreram.

A China não diagnosticou, nas últimas 24 horas, qualquer novo caso confirmado da covid-19, pela primeira vez desde o início da pandemia, informaram hoje as autoridades.

china coronavirus
china coronavirus
Wuhan coronavirus china
China coronavirus
china coronavirus
china coronavirus
Wuhan coronavirus china
China coronavirus
A Comissão de Saúde da China detalhou que apenas detetou dois casos suspeitos até às 23:59 de sexta-feira (16:59 em Lisboa), um em Xangai e outro na província de Jilin, que faz fronteira com a Rússia e a Coreia do Norte.

O número total de casos ativos na China é de 79, nove deles graves, e o número de casos confirmados desde o início da pandemia é de 82.971, dos quais 4.634 morreram.

Até ao momento, mais de 78.200 pessoas tiveram alta.

A nível global, segundo um balanço da agência de notícias AFP, a pandemia de covid-19 já provocou mais de 335 mil mortos e infetou mais de 5,1 milhões de pessoas em 196 países e territórios.

Mais de 1,9 milhões de doentes foram considerados curados.

Em Portugal, morreram 1.289 pessoas das 30.200 confirmadas como infetadas, e há 7.590 casos recuperados, de acordo com a Direção-Geral da Saúde.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro, em Wuhan, uma cidade do centro da China.
Descubra as
Edições do Dia
Publicamos para si, em três periodos distintos do dia, o melhor da atualidade nacional e internacional. Os artigos das Edições do Dia estão ordenados cronologicamente aqui , para que não perca nada do melhor que a SÁBADO prepara para si. Pode também navegar nas edições anteriores, do dia ou da semana
Investigação
Opinião Ver mais