Coronavírus: Mais de 10.000 mortes nos EUA

Os Estados Unidos registaram esta segunda-feira mais 1.150 mortes em 24 horas e cerca de 30.000 infetados, indica a Universidade Johns Hopkins.

O número total de mortes desde o início do surto da covid-19 nos Estados Unidos excedeu esta segunda-feira os 10.000, de acordo com a contagem da Universidade Johns Hopkins.

Os Estados Unidos registaram esta segunda-feira mais 1.150 mortes em 24 horas e cerca de 30.000 infetados, indica a Universidade Johns Hopkins.

No total, desde o início do surto, morreram nos Estados Unidos 10.783 pessoas e o país contabiliza oficialmente mais de 366.000 casos de infeção.

Os Estados Unidos são de longe o país com os casos da covid-19 mais oficialmente registados.

O novo coronavírus, responsável pela pandemia da covid-19, já infetou mais de 1,3 milhões de pessoas em todo o mundo, das quais morreram mais de 73 mil.

Dos casos de infeção, cerca de 250 mil são considerados curados.

Depois de surgir na China, em dezembro, o surto espalhou-se por todo o mundo, o que levou a Organização Mundial da Saúde (OMS) a declarar uma situação de pandemia.

O continente europeu, com cerca de 696 mil infetados e mais de 53 mil mortos, é aquele onde se regista o maior número de casos, e a Itália é o país do mundo com mais vítimas mortais, contabilizando 16.523 óbitos em 132.547 casos confirmados até hoje.

A Espanha é o segundo país com maior número de mortes, registando 13.055 mortos, entre 135.759 casos de infeção confirmados até hoje.

Descubra as
Edições do Dia
Publicamos para si, em três periodos distintos do dia, o melhor da atualidade nacional e internacional. Os artigos das Edições do Dia estão ordenados cronologicamente aqui , para que não perca nada do melhor que a SÁBADO prepara para si. Pode também navegar nas edições anteriores, do dia ou da semana
Investigação
Opinião Ver mais