"Confessa crime no vídeo": Oposição defende que vídeo comprova interferência na polícia

'Confessa crime no vídeo': Oposição defende que vídeo comprova interferência na polícia
SÁBADO 23 de maio de 2020

Um dos líderes do Partido Socialismo e Liberdade (Psol) disse acreditar que Bolsonaro confessou a sua intenção de praticar crimes.

Líderes da oposição avaliaram que um vídeo divulgado pelo Supremo Tribunal Federal (STF) do Brasil, na sexta-feira, provou uma alegada tentativa de interferência política na Polícia Federal por parte do Presidente do país, Jair Bolsonaro.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Para activar o código da revista, clique aqui
Investigação
Opinião Ver mais