Como a Itália tem evitado atentados terroristas

Como a Itália tem evitado atentados terroristas
Susana Lúcio 23 de junho de 2017

Saiba por que razão Roma - ao contrário de Londres, Paris, Berlim e Bruxelas - não tem sido palco de ataques de extremistas islâmicos

Numa época em que as principais capitais europeias se esforçam para tentar evitar o próximo atentado terrorista, Roma parece sair incólume da vaga de violência extremista.

Os especialistas apontam sobretudo para duas razões: a experiência proporcionada pelo combate à máfia e o número reduzido de segunda e terceira geração de imigrantes de origem muçulmana.

"A principal diferença é que Itália não tem uma grande população de imigrantes de segunda geração que tenham sido radicalizados ou possam vir a ser radicalizados", explicou ao The Guardian, Francesca Galli, professora na Universidade de Maastricht e especialista em políticas de contra terrorismo.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Para activar o código da revista, clique aqui
Investigação
Opinião Ver mais