Colômbia abre abrigo temporário para acolher refugiados venezuelanos

Lusa 04 de fevereiro de 2018
As mais lidas

Tem capacidade para dar abrigo durante 48 horas a 120 pessoas por dia.

O Governo da Colômbia anunciou hoje a abertura de um abrigo temporário, destinado a acolher os venezuelanos que todos os dias cruzam a fronteira entre os dois países para fugirem à crise financeira na Venezuela.

Situada na cidade fronteiriça de Cucuta, a estrutura será gerida pela Cruz Vermelha e tem capacidade para dar abrigo durante 48 horas a 120 pessoas por dia. Mulheres grávidas, idosos e menores que entrem legalmente na Colômbia terão prioridade no acolhimento.

Segundo relatos das autoridades locais, Cucuta "tem sido submergida" nas últimas semanas por um verdadeiro "êxodo de refugiados" venezuelanos, em fuga da crise que assola o seu país. Muitos deles acabam a viver nas ruas e as autoridades locais garantem que há registos de que alguns têm sido recrutados por grupos criminosos e pela guerrilha de inspiração comunista.

Segundo estimativas das autoridades, todos os dias 35 mil venezuelanos cruzam a fronteira com a Colômbia por causa da crise que assola o país presidido por Nicolás Maduro. Muitos procuram remédios e bens essenciais, cada vez mais escassos na Venezuela, mas grande parte procura estabelecer-se definitivamente na Colômbia.

A Colômbia admite abrir mais abrigos ao longo da fronteira nas próximas semana, estimando em 200 mil o número de venezuelanos que se instalaram definitivamente no país.

Descubra as
Edições do Dia
Publicamos para si, em três periodos distintos do dia, o melhor da atualidade nacional e internacional. Os artigos das Edições do Dia estão ordenados cronologicamente aqui , para que não perca nada do melhor que a SÁBADO prepara para si. Pode também navegar nas edições anteriores, do dia ou da semana
Artigos Relacionados
Investigação
Opinião Ver mais