BP despediu trabalhador que partilhou vídeo de Hitler em grupo privado

BP despediu trabalhador que partilhou vídeo de Hitler em grupo privado
Diogo Barreto 23 de maio de 2020

A empresa dizia que o trabalhador tinha comparado alguns funcionários a nazis. Tribunal australiano forçou empresa a contratar o trabalhador de novo.

Um trabalhador da BP Austrália foi despedido depois de ter partilhado uma versão de um vídeo paródia de Hitler num contexto privado. Esta sexta-feira teve uma vitória na justiça-

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Para activar o código da revista, clique aqui
Investigação
Opinião Ver mais