Angola transfere chimpanzé bebé ferido por caçadores furtivos para o Congo

04 de março de 2020

Angola já entregou sete chimpanzés ao Santuário Nacional de Tchimpounga, três dos quais em agosto do ano passado.

As autoridades angolanas transferiram um chimpanzé bebé, ferido por caçadores furtivos, para tratamento médico no Santuário Nacional de Tchimpounga, na República do Congo.

Segundo uma nota de imprensa do Ministério do Ambiente, citada hoje pela agência noticiosa angolana, Angop, o chimpanzé bebé, de um ano e meio, tem uma bala no corpo e foi golpeado com uma catana no olho direito.

Na nota refere-se que, além do resgate de crias de chimpanzés, gorilas e papagaios cinzentos, vítimas de caça furtiva, as autoridades angolanas estão a sensibilizar as comunidades para os crimes ambientais e a apelar aos cidadãos que criam em casa estas espécies para a sua entrega voluntária, tendo sido devolvidos nove chimpanzés.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Investigação
Opinião Ver mais