Crítica de cinema: United States of Love

O terceiro filme do jovem realizador polaco Tomasz Wasilewski (vencedor de Urso de Prata para Melhor Argumento no Festival de Berlim) "poderia bem intitular-se Contos de Desespero Feminino". Tiago R. Santos dá-lhe quatro estrelas e explica porquê

Sábado
Leia a revista
Em versão ePaper
Ler agora
Edição de 4 a 10 de março
As mais lidas GPS
Tiago Santos 29 de maio de 2017

Terceiro filme de Tomasz Wasilewski, o jovem realizador polaco, United States of Love poderia bem intitular-se "Contos de Desespero Feminino". É um filme de cores esbatidas que reflectem o presente e futuro emocional das suas protagonistas, um desespero para o qual não existe saída.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
A Newsletter Semanal Gps no seu e-mail
A GPS indica-lhe as melhores sugestões de fim de semana. Receba todas as semanas no seu email. (Enviada semanalmente)