Quando o cinema foi à guerra buscar prémios... antes do novo 1917

São os atos de bravura que tornam os filmes de guerra emocionantes. Sam Mendes aprendeu a lição e, com 1917, que estreia em Portugal esta quinta-feira, 23, ganhou dois Globos de Ouro e está nomeado para dez Óscares. A propósito, lembramos os grandes títulos do género e fazemos um perfil do realizador

Sábado
Leia a revista
Em versão ePaper
Ler agora
Edição de 21 a 27 de janeiro
As mais lidas GPS
Rita Bertrand 23 de janeiro de 2020
DR

Schofield (George MacKay, que foi Tommen Baratheon em A Guerra dos Tronos) e Blake (Dean-Charles Chapman, secundário em Blinded by the Light – O Poder da Música e pouco mais) – com uma ajudinha do tenente interpretado pelo padre jeitoso de Fleabag, a série do ano que poucos viram, por estar apenas disponível na ainda pouco "consumida" Amazon Prime – são os heróis da filme, que inclui também (em papéis pequenos) Colin Firth e Benedict Cumberbatch no elenco: depende deles, e do seu sucesso a atravessar os campos inimigos do Norte de França, em plena Primeira Guerra Mundial, a vida de 1.600 soldados aliados, entre os quais se encontra o irmão de um deles.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
A Newsletter Semanal Gps no seu e-mail
A GPS indica-lhe as melhores sugestões de fim de semana. Receba todas as semanas no seu email. (Enviada semanalmente)