Os miúdos fixes do novo documentário de Michelle e Barack Obama

Recém-estreado na Netflix, Crip Camp: Uma Revolução na Inclusão é um belo exemplo da importância do ativismo político, em forma de retrato de adolescentes portadores de deficiência num campo de férias norte-americano dos anos 70

Sábado
Leia a revista
Em versão ePaper
Ler agora
Edição de 13 a 19 de maio
As mais lidas GPS
Tiago R. Santos 16 de abril de 2020

Em 1971, vários adolescentes e jovens com diferentes dificuldades mentais ou motoras encontram-se no Campo de Férias Jened. Alguns têm paralisias cerebrais, outros são paraplégicos e há ainda quem - como no caso de um dos realizadores deste inspirador documentário - resista a uma espinha bífida. James Lebrecht, que também serve de narrador ocasional, diz que "era suposto viver apenas algumas horas" mas era já adolescente quando entrou na camioneta que o levaria para umas férias que mudaram mais do que a sua própria vida: Jened é o ponto de origem para um movimento que luta, ainda hoje, pelos direitos dos portadores de deficiências.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Para activar o código da revista, clique aqui
A Newsletter Semanal Gps no seu e-mail
A GPS indica-lhe as melhores sugestões de fim de semana. Receba todas as semanas no seu email. (Enviada semanalmente)