Música para matar o vírus: dia #11 - Adriana Calcanhotto

Hoje recuamos aos tempos de glória dos discos ao vivo, em especial a "Público", álbum que Adriana Calcanhotto lançou há vinte anos

Sábado
Leia a revista
Em versão ePaper
Ler agora
Edição de 25 de fevereiro a 3 de março
As mais lidas GPS
Filipa Teixeira 27 de março de 2020
Adriana Calcanhotto
Adriana Calcanhotto D.R.

Estávamos numa época em que os álbuns ao vivo saíam que nem pãezinhos quentes, moda que fez furor na década de 90 e nos primeiros anos de 2000. Um dos grandes culpados deste fenómeno foi a MTV, com os seus formatos unplugged que varriam todos os géneros musicais, de Nirvana a Lauryn Hill, de Alanis Morissette a Alejandro Sanz, Björk a Aerosmith. Poucos foram os que passaram ao lado desta série que, apesar de ter esmorecido, ainda vai dando sinais de vida - veja-se a mais recente gravação de Courtney Barnett em Melbourne.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
A Newsletter Semanal Gps no seu e-mail
A GPS indica-lhe as melhores sugestões de fim de semana. Receba todas as semanas no seu email. (Enviada semanalmente)