Crítica: O Diário de Anne Frank

Livro que foi pela primeira vez lançado em 1947 foi agora reeditado

Sábado
Leia a revista
Em versão ePaper
Ler agora
Edição de 25 de fevereiro a 3 de março
As mais lidas GPS
Eduardo Pitta 09 de setembro de 2015

Não é nenhuma novidade, mas importa chamar a atenção para mais uma reedição do livro que se tornou uma obra de culto: O Diário de Anne Frank. Li-o pela primeira vez na tradução de Ilse Losa. A actual, da responsabilidade de Elsa T. S. Vieira, disponível há cerca de 10 anos, terá sido feita a partir de uma das edições de língua inglesa: The Diary of a Young Girl: the definitive edition.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
A Newsletter Semanal Gps no seu e-mail
A GPS indica-lhe as melhores sugestões de fim de semana. Receba todas as semanas no seu email. (Enviada semanalmente)