Crítica de Música: Bruce Springsteen

O novo disco de Bruce Springsteen não é apenas "uma compilação de êxitos", antes "acompanha a evolução do Boss, dos primeiros projectos às últimas composições"

Sábado
Leia a revista
Em versão ePaper
Ler agora
Edição de 21 a 27 de janeiro
As mais lidas GPS
Filipe Lamelas 21 de novembro de 2016

Springsteen tem o mérito de, apesar ser o patrão, nunca ter sido um capataz. E, se olharmos retrospectivamente para a sua carreira, teria sido fácil para o cantor de Jersey resignar-se ao rótulo de ícone incontestado da classe trabalhadora da américa branca, numa espécie de produto americano, embrulhado num pacote e pronto a consumir (à semelhança do que Stallone fez com a personagem John Rambo do primeiro para o segundo filme da saga).

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
A Newsletter Semanal Gps no seu e-mail
A GPS indica-lhe as melhores sugestões de fim de semana. Receba todas as semanas no seu email. (Enviada semanalmente)