A sentida homenagem de Pedro Paixão a André Jorge

"O André era um Senhor, de um bom gosto superlativo, que também publicava livros", escreveu o escrito na rede social Facebook. O editor faleceu esta sexta-feira, aos 71 anos

Sábado
Leia a revista
Em versão ePaper
Ler agora
Edição de 25 de fevereiro a 3 de março
As mais lidas GPS
Cátia Andrea Costa 19 de agosto de 2016
Cofina Media

O escritor Pedro Paixão, que se estreou na literatura com A Noiva Judia, em 1992, escreveu uma sentida homenagem ao editor André Jorge, que morreu esta sexta-feira em Lisboa, aos 71 anos.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
A Newsletter Semanal Gps no seu e-mail
A GPS indica-lhe as melhores sugestões de fim de semana. Receba todas as semanas no seu email. (Enviada semanalmente)