Júlio Pomar decorativo, apenas? Nem por isso

Exposição que inclui uma selecção de tapeçarias e gravuras pode ser vista até 4 de Setembro no Atelier-Museu Júlio Pomar, em Lisboa

Sábado
Leia a revista
Em versão ePaper
Ler agora
Edição de 6 a 12 de maio
As mais lidas GPS
Ágata Xavier 25 de maio de 2016

Júlio Pomar, um dos maiores pintores portugueses, mostra-se numa área que abraçou com igual dedicação: as artes decorativas. A exposição que pode ser vista até 4 de Setembro no Atelier-Museu Júlio Pomar, em Lisboa, inclui uma selecção de tapeçarias, gravuras e azulejos realizados, sobretudo, entre 1940 e 1950 - altura em que desenvolveu experiências em cerâmica e vidro na fábrica Cerâmica Bombarrelense Limitada, no Estúdio Secla e na Fábrica Irmãos Stephens.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Para activar o código da revista, clique aqui
A Newsletter Semanal Gps no seu e-mail
A GPS indica-lhe as melhores sugestões de fim de semana. Receba todas as semanas no seu email. (Enviada semanalmente)