Portugueses estão a passar mais tempo em casa. A Google confirma

Portugueses estão a passar mais tempo em casa. A Google confirma
Markus Almeida 03 de abril de 2020

Gigante americano recolhe e partilha movimentação de pessoas através da localização dos telemóveis. Em Portugal, houve quebras nas deslocações a supermercados e locais de trabalho e aumentou o tempo em casa

Alegando querer ajudar a compreender a resposta global das comunidades à necessidade de distanciamento social, a Google divulgou esta sexta-feira, 3, um relatório que compila informação sobre a mobilidade dos seus utilizadores nos últimos dois meses.

Salientando que o relatório não deverá ser usado para efeitos médicos (por exemplo, para diagnósticos), a Google organizou os dados nos seguintes parámetros: deslocações para Retalho e Recreação (inclui idas a restaurantes, cafés, centros comerciais, museus, livrarias, cinemas e teatros), Mercearia e Farmácia (supermercados, lojas de bens essenciais, farmácias), Parques (aqui entram também praias, jardins públicos e praças), Estações de Trânsito (estações de metro, autocarro e comboio), Locais de Trabalho e Residências.

A ideia é "entender não só se as pessoas se estão a deslocar, mas também tendências nos destinos, pode ajudar as autoridades a elaborar orientações para proteger a saúde pública e as necessidades essenciais das comunidades", realça a equipa do Google na apresentação do relatório.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Opinião Ver mais