Empresas podem pagar impostos em três meses sem juros

Jornal de Negócios 18 de março de 2020

A medida aplica-se aos pagamentos do IVA (mensal e trimestral) e à entrega das retenções na fonte de IRS e IRC.

Mário Centeno, ministro das Finanças, anunciou esta quarta-feira uma nova flexibilização do pagamento de impostos para empresas e os trabalhadores independentes. De acordo com as novas medidas, as empresas com volume de negócios até 10 milhões de euros, ou mais jovens, poderão decidir pagar em três meses sem juros o IVA e a entrega das retenções na fonte de IRS e IRC. O ministro falava em conferência de imprensa conjunta com Pedro Siza Vieira, ministro da Economia.

A opção pelo pagamento em prestações não exige que seja prestada qualquer garantia, esclareceu Mário Centeno. Na data de vencimento das obrigações em causa, as empresas podem pagar tudo como habitualmente, ou dividir o pagamento em três prestações, sem juros. Se preferirem, podem também pagar em seis prestações, mas nesse caso aplicam-se juros de mora às três últimas.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Investigação
Opinião Ver mais