Covid-19: 43% das empresas suspenderam a contratação de trabalhadores

Jornal de Negócios 12 de maio de 2020

Paralelamente, quase 70% das empresas manteve os aumentos salariais que estavam previstos em 2020.

Perto de metade das empresas nacionais suspenderam todos os processos de recrutamento na sequência da pandemia de covid-19, indica um estudo feito pela recrutadora Mercer.

Quase 60% das empresas reconhece um "impacto significativo" da pandemia nas respetivas operações, mas uma percentagem superior – 68% - afirmou ter um plano de continuidade ou plano de preparação para responder à ocorrência de uma pandemia.

O abalo do vírus na atividade das empresas faz-se sentir em várias frentes, incluindo nas contratações. 43% das empresas cancelaram todos os processos de recrutamento, 19% referiu manter exclusivamente processos relacionados com substituições e 29% referiu não ter cancelado, alterando as práticas de recrutamento com recurso a entrevistas virtuais. Apenas 9% das empresas referiram manter os processos de recrutamento sem alterações.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Para activar o código da revista, clique aqui
Investigação
Opinião Ver mais