Coronavírus: o layoff de trabalhadores em 10 pontos

Bruno Faria Lopes , Sara Capelo 23 de março de 2020

É um dos apoios de emergência às empresas e pode reduzir até 84% a factura salarial por trabalhador. Saiba que impacto tem para quem trabalha e quem emprega.    

O layoff não é uma figura nova, mas o seu regime foi simplificado para responder ao impacto económico da Covid-19. Há pontos em que as regras são claras – como o salário a receber e quem o paga – mas outros importantes nos quais sobram dúvidas, como os despedimentos. A SÁBADO resumiu o essencial em dez perguntas e respostas.

  • O que é o layoff?

Uma empresa que recorre ao regime de layoff manda um conjunto de trabalhadores para casa, por determinado tempo, reduzindo muito o horário de trabalho ou suspendendo o contrato. Catástrofes ou outras ocorrências que tenham afectado gravemente a actividade normal do negócio, como a Covid-19, são um critério para recorrer ao layoff. No caso da Covid-19, a gravidade é tal que o governo mudou a lei e flexibilizou o regime para facilitar o envio de trabalhadores para casa ao abrigo deste regime.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Para activar o código da revista, clique aqui
Investigação
Opinião Ver mais