Rio2016: Bolt triplica ouro nos 200, mas diz estar velho

Lusa 19 de agosto de 2016
Sábado
Leia a revista
Em versão ePaper
Ler agora
Edição de 4 a 10 de março
As mais lidas

O jamaicano Usain Bolt conquistou esta madrugada a sua oitava medalha de ouro olímpica, ao vencer pela terceira vez consecutiva os 200 metros, mas faltou-lhe a satisfação plena

Com 19,79 segundos, Bolt repetiu os triunfos de Pequim2008 e Londres2012 - um 'tri' inédito à semelhança do que já tinha feito nos 100 metros - e continua a apostar numa 'tripla tripla', para a qual falta apenas a vitória nos 4x100.

"Ainda não percebo o alcance do que consegui, definitivamente não", afirmou o jamaicano, de 29 anos. "Trabalhamos de forma tão árdua durante quatro anos, que só esperamos que seja compensador", acrescentou.

Único finalista abaixo dos 20 segundos, Bolt bateu o canadiano Andre de Grasse, que terminou na segunda posição (20,02), e o francês Christophe Lemaitre, medalha de bronze (20,12), mas manifestou-se insatisfeito.

"Não fiquei contente com o tempo. O meu corpo não respondeu na recta", explicou o jamaicano, que nos dias anteriores não escondeu a vontade de bater o seu próprio recorde do mundo (19,19), fixado em Londres2012, naquela que é a sua distância favorita.

Numa pista ligeiramente húmida, devido a um chuvisco, Bolt saiu bem dos blocos e no final da curva já liderava confortavelmente, mas na recta não conseguiu distanciar-se como é habitual.

"Estou a ficar velho e o meu corpo também. Pessoalmente, acho que foram os meus últimos 200 metros, mas o meu treinador pode discordar", completou Bolt, a sorrir, depois de somar a sua 13.ª medalha de ouro entre Jogos Olímpicos e Mundiais.

A 'tripla tripla' pode chegar já na sexta-feira, nos 4x100 metros, prova a qual a Jamaica parte como favorita.
Descubra as
Edições do Dia
Publicamos para si, em três periodos distintos do dia, o melhor da atualidade nacional e internacional. Os artigos das Edições do Dia estão ordenados cronologicamente aqui , para que não perca nada do melhor que a SÁBADO prepara para si. Pode também navegar nas edições anteriores, do dia ou da semana
Artigos Relacionados
Investigação
Opinião Ver mais