Manchester City vence processo e vai poder participar na Liga dos Campeões

Record 13 de julho de 2020

Tribunal Arbitral do Desporto deu razão ao clube no recurso que este apresentou relativamente ao castigo de dois anos imposto pela UEFA.

O Tribunal Arbitral do Desporto (TAS) anulou a exclusão por dois anos das competições europeias de futebol imposta pela UEFA ao Manchester City, por violação das regras do fair-play financeiro, anunciou hoje a mais alta instância jurisdicional desportiva.

"O Manchester City não dissimulou os seus contratos de patrocínio, mas falhou em cooperar com a UEFA", decidiu o TAS, cujo painel composto por três juízes deu provimento parcial ao recurso interposto pelo Manchester City.

O campeão inglês nas duas últimas épocas foi condenado ao pagamento de uma multa no valor de 10 milhões de euros, motivada pela falta de cooperação com a investigação da UEFA, mas conseguiu reverter a decisão mais gravosa, de exclusão das provas europeias nas próximas duas temporadas.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Para activar o código da revista, clique aqui
Investigação
Opinião Ver mais