Bruno de Carvalho: "Jesus tem um filho que pertence a uma das claques"

SÁBADO 05 de dezembro de 2018

Antigo presidente do Sporting lançou várias acusações durante o interrogatório judicial no âmbito da investigação às agressões em Alcochete, desmentindo qualquer influência no ataque de 15 de Maio.

O antigo presidente do Sporting Bruno de Carvalho negou qualquer envolvimento ou responsabilidade no ataque à Academia de Alcochete, a 15 de Maio, e rejeitou qualquer relação próxima com a claque Juventude Leonina. Durante o interrogatório judicial, divulgado pela CMTV, o ex-líder "verde e branco" colocou em causa o antigo treinador Jorge Jesus

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Opinião Ver mais