Bruno de Carvalho constituído arguido depois de ser ouvido no DIAP

Alexandra Pedro 20 de março de 2018

Presidente do Sporting foi ouvido no âmbito de uma queixa-crime interposta por João Pedro Paiva dos Santos, ex-candidato à presidência do clube que abdicou a favor de José Couceiro em 2013.

Bruno de Carvalho foi ouvido no Departamento de Investigação e Acção Penal (DIAP) de Lisboa, no âmbito de uma queixa-crime interposta por João Pedro Paiva dos Santos, ex-candidato que abdicou a favor de José Couceiro em 2013. De acordo com a notícia avançada pelo Record, o dirigente "leonino" saiu como arguido. 

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Para activar o código da revista, clique aqui
Investigação
Opinião Ver mais