Benfica? Jesus diz que Sporting está focado no Légia

Cátia Andrea Costa , Lusa 06 de dezembro de 2016
Sábado
Leia a revista
Em versão ePaper
Ler agora
Edição de 21 a 27 de janeiro
As mais lidas

Jesus recusa o rótulo de favorito atribuído pelo treinador do Legia ao Sporting para este jogo, mas acredita que se o Sporting jogar como contra o Real Madrid ficará mais perto dos três pontos

O treinador do Sporting, Jorge Jesus, está convicto que os "leões" estão mais perto da vitória frente ao Légia, esta quarta-feira, se jogarem com qualidade com que o fez frente a Real Madrid e Borússia Dortmund. E não revelou quem vai jogar a defesa direito.

Paulo Calado

 

"O Legia é uma equipa forte em casa, com um futebol criativo, mas se nós justificarmos aquilo que já fizemos nos jogos com o Real Madrid e o Borussia Dortmund, se apresentarmos a mesma qualidade de jogo, estaremos mais perto da vitória", disse o treinador do Sporting na conferência de imprensa para lançamento da partida com o Legia, do Grupo F da Liga dos Campeões.

 

No entanto, Jorge Jesus recusa o rótulo de favorito atribuído pelo treinador do Legia ao Sporting para este jogo, considerando que "isso do favoritismo é subjectivo", pois "pode-se ser favorito pelo historial desportivo, mas o Sporting anda à procura da sua identidade na Europa".  "Talvez o treinador do Legia diga isso pelas nossas exibições nesta fase de grupo, que deixaram 'agua na boca', e não tanto pelo historial do Sporting na Europa", afirmou.

 

Questionado sobre até que ponto o jogo com o Benfica, no estádio da Luz, no domingo, para o campeonato, irá condicionar a partida de quarta-feira em Varsóvia, Jorge Jesus admite que isso possa suceder. "Estamos muito perto do jogo da Luz, mas focados neste jogo. O que acontecer no decorrer deste irá fazer com que tome decisões em função do presente e do futuro, mas neste momento o que nos interessa é o jogo com o Legia", afirmou.

 

Sem poder contar com João Pereira, castigado, e Schelloto, lesionado, para a lateral direita, o treinador dos leões diz que há três hipóteses para ocupar a vaga: "O Esgaio e o Paulo Oliveira têm características individuais diferentes. A opção dependerá da estratégia que eu definir para o jogo. Há três hipóteses e a minha decisão vai ser tomada em função do que eu acho serem as características do adversário".

 

O médio-ala costa-riquenho Bryan Ruiz também abordou a partida com o Legia, prevendo um jogo difícil, como já tinha sido o de Alvalade, mas afirmou que o Sporting "está decidido em continuar na Liga Europa e chegar o mais longe possível na prova".

 

Nada preocupado se mostrou com o clima e as baixas temperaturas que se fazem sentir em Varsóvia nem com a possibilidade de jogar na ala esquerda ou como segundo avançado, atrás de Bas Dost.

 

"Já estamos acostumados ao frio, na época passada jogámos na Rússia e não nos condicionou. Quanto à posição em que vou jogar, tanto me faz, se encostado à direita se mais ao meio. Cabe ao 'mister' decidir", afirmou.

Descubra as
Edições do Dia
Publicamos para si, em três periodos distintos do dia, o melhor da atualidade nacional e internacional. Os artigos das Edições do Dia estão ordenados cronologicamente aqui , para que não perca nada do melhor que a SÁBADO prepara para si. Pode também navegar nas edições anteriores, do dia ou da semana.
Boas leituras!
Artigos Relacionados
Opinião Ver mais