Quão mortal é a Covid-19? A verdade que a taxa de letalidade não conta

Quão mortal é a Covid-19? A verdade que a taxa de letalidade não conta
Diogo Camilo 18 de junho de 2020

A taxa de letalidade da Covid-19 em Portugal é de 4%, mas esconde o número de pessoas que têm o vírus e não foram testadas. Estimativas e projeções apontam para uma taxa de mortalidade entre 0,5 e 1%, o que diz que Portugal tem entre 150 a 300 mil infetados.

Em menos de seis meses, a Covid-19 fez mais de 450 mil mortos e deixou mais de oito milhões de pessoas infetadas. No entanto, a questão sobre quão mortal é o vírus permanece. Em Portugal, a taxa de letalidade é de 4%, mas esta não conta a história toda pois é impossível assegurar que todos os infetados do país tenham já sido confirmados. Especialistas estão a debruçar-se sobre a taxa de mortalidade e apontam que a Covid-19 mate entre 5 a 10 em cada mil infetados.

São já quase seis meses a recolher dados de casos e mortes, mas calcular uma taxa de mortalidade que seja precisa e acertada em plena pandemia é um desafio: ela baseia-se no número total de infetados e óbitos - e não apenas aqueles que estão confirmados através de testagem.

O desafio, para calcular corretamente um taxa de mortalidade para a Covid-19, está em descobrir o número de infetados que não tenham qualquer tipo de sintomas. Assim como os números para conseguir a "imunidade de grupo", a chamada infection fatality rate (IFR) diz-nos quão perigosa é, realmente, a Covid-19 e que tipo de ameaça representa para a saúde pública.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Para activar o código da revista, clique aqui
Investigação
Opinião Ver mais