Especiais Especiais C-Studio
Mais informações

C•Studio é a marca que representa a área de Conteúdos Patrocinados do universo Cofina.
Aqui as marcas podem contar as suas histórias e experiências.

ISG aposta na dupla licenciatura em Economia e Gestão

A formação corresponde à necessidade pluridisciplinar do gestor ou do economista face aos novos desafios da sociedade.

15 Junho 2022 11:28

Mariana Silva e Diogo Teixeira escolheram o ISG – Instituto Superior de Gestão para estudar Gestão em 2018. No final do ano letivo de 2021/2022, os dois jovens concluirão a dupla licenciatura em Gestão e Economia, um curso que é uma espécie de “dois em um” e uma grande aposta da instituição.

Mariana conta-nos as mais-valias da sua opção: “Acabando os três anos de Gestão achei por bem ingressar em Economia, devido a existir a hipótese da dupla licenciatura, em que por apenas mais um ano escolar podia obter também a licenciatura em Economia.” E acrescenta: “Com esta dupla licenciatura sinto que estarei mais bem preparada para o mundo do trabalho.”

Diogo explica que a escolha inicial não foi, de facto, fácil. “Optei pelo curso de Gestão de modo a escolher uma área em que me sentia confortável e que me ajudaria a abrir mais portas no futuro. Felizmente, entrei no ISG e comecei, assim, o meu percurso académico.” Agora, à beira de concluir a dupla licenciatura, não tem dúvida de que fez a opção certa. “Gestão e Economia ajudaram-me a abrir horizontes e fizeram-me perceber o funcionamento das empresas e de que forma nos devemos adaptar, enquanto gestores/economistas, a certas mudanças, tanto na economia como na sociedade”, adianta.




No ISG, a dupla titulação em Economia/Gestão é possível em quatro anos, cabendo ao estudante realizar no espaço de dois semestres as unidades curriculares mais específicas da Gestão ou da Economia. “Este percurso é biunívoco, isto é, um diplomado em Gestão terá de realizar as 11 unidades curriculares de Economia e um diplomado em Economia, as 11 unidades curriculares da Gestão”, explica Miguel Varela, diretor do ISG. Além da formação comum a ambos os cursos, acrescenta, “torna-se muito interessante” um gestor complementar o seu conhecimento com unidades curriculares como Política Económica, Econometria, Economia do Ambiente e dos Recursos Naturais, Economia Monetária, Economia Industrial, Economia e Finanças Públicas, entre outras, e o economista complementar a sua formação com unidades curriculares como Marketing, Gestão de Recursos Humanos, Gestão da Produção e Operações, Gestão da Qualidade, Gestão Estratégica, Planeamento e Controlo de Gestão, entre outras.



“O curso de 1º ciclo em Economia e o curso de 1º ciclo em Gestão são historicamente muito próximos e relacionados, no âmbito dos diversos planos curriculares nas diversas faculdades de ciências económicas e empresariais em todo o mundo. São ciências sociais e comportamentais, sempre com a lógica de afetação de recursos escassos, seja a nível de uma organização, de uma região ou de um país”, refere Miguel Varela.

A dupla titulação visa criar quadros interdisciplinares sobretudo para o mundo empresarial com leque vasto de competências, nomeadamente aquelas que são requeridas pelas pequenas e médias empresas e organizações análogas que dominam o tecido empresarial nacional. Permitirá também formar economistas que podem desempenhar funções noutras instituições, tendo competências que contemplam as capacidades de dominar os conceitos fundamentais da economia e de produzirem trabalhos de qualidade sobre temas económicos com suficiente autonomia e o conhecimento aprofundado dos indicadores e fontes de informação económica e de gestão, capacidade de análise e interpretação de forma a otimizar a eficiência da tomada de decisões.

A caminho de meio século de existência, o ISG, instituição privada com campus no Campo Grande em Lisboa, já formou cerca de 20 mil diplomados, entre licenciados, mestres e pós-graduados. Em breve, chegará ao mercado a primeira fornada de licenciados com grau duplo, em que pontificam Mariana Silva e Diogo Teixeira, e que será mais um marco a assinalar na vida da instituição.





Mariana Silva

“Os dois cursos ajudaram-me na preparação para o futuro que se aproxima, seja ele o mestrado com trabalhos de teor científico, ou o mundo empresarial, com trabalhos mais analíticos e práticos.”



Diogo Teixeira

“Gestão e Economia ajudaram-me a abrir horizontes e fizeram-me perceber o funcionamento das empresas e de que forma nos devemos adaptar, enquanto gestores/economistas, a certas mudanças, tanto na economia como na sociedade.”



Mais Cursos


Dupla Licenciatura: Economia/Gestão e Gestão/Economia

Licenciaturas: Gestão, Economia, Gestão de Recursos Humanos e Gestão do Turismo

Mestrados: Gestão do Potencial Humano, Marketing e Estratégia de Investimento e Internacionalização

Outros Conteúdos