Especiais Especiais C-Studio
Mais informações

C•Studio é a marca que representa a área de Conteúdos Patrocinados do universo Cofina.
Aqui as marcas podem contar as suas histórias e experiências.

A escola-empresa que prepara os futuros quadros para lidarem com a covid-19

Coimbra Business School | ISCAC vai em 2020-2021 formar profissionais para responder aos efeitos da pandemia

18 Junho 2020 10:35

Ao se inscreverem na Coimbra Business School | ISCAC, os estudantes entram numa escola-empresa que tem parcerias com mais de mil empresas. Por isso, nas licenciaturas são feitas auditorias reais. Há contacto direto com processos de recrutamento nas empresas.

Desenvolvem-se aplicações informáticas que resolvem problemas concretos em organizações reais. Todos os anos, o ensino e a investigação académica são orientados para os desafios que, em cada momento, se colocam às empresas. No próximo ano letivo, 2020-2021, isto significa preparar profissionais para lidarem com os efeitos da pandemia da covid-19 e com as exigências da crise económica que irão encontrar no início das suas carreiras profissionais.

O novo contexto implicará mudanças profundas nas áreas comercial, marketing e logística, além da solicitadoria e do direito, para as quais os futuros quadros vão ser preparados. Nas áreas da gestão, do empreendedorismo e da inovação, os ciclos de estudos vão ter os ajustes necessários para responderem à nova realidade.

As áreas da liderança e gestão de pessoas e equipas serão igualmente reforçadas, com foco na motivação e no reforço do trabalho em grupo, à distância, uma tendência que a pandemia acelerou. Nas áreas da cibersegurança e do risk management, o ensino terá um reforço de competências para responder ao intensificar da digitalização da economia.

Aulas presenciais + conteúdos digitais desenhados de raiz

A partir de setembro, a Coimbra Business School voltará a ter o maior número de aulas presenciais possível (salvaguardando, naturalmente, a segurança sanitária).

Ao mesmo tempo que prepara esse regresso em segurança às salas de aula e aos laboratórios, a escola está também a desenhar conteúdos digitais de raiz para serem ministrados nas plataformas. Ou seja, os estudantes terão acesso a uma experiência de educação superior que irá juntar o melhor de dois mundos.

É por isto que, nas várias licenciaturas e mestrados, todos os anos há mais procura de finalistas do que licenciados e mestres. A média de empregabilidade imediata da Coimbra Business School à saída dos cursos é de 97%, não havendo nenhuma licenciatura com menos 90%. É uma escola-empresa com muitos clientes!

Outros Conteúdos