C-Studio
Mais informações

C•Studio é a marca que representa a área de Conteúdos Patrocinados do universo Cofina.
Aqui as marcas podem contar as suas histórias e experiências.

Fotótipo de pele e infeção urinária: o que têm em comum?

Com o verão à porta, há alguns aspetos para os quais é preciso estar-se mais atento.

24 Maio 2022 14:16

A época balnear pode ainda não estar oficialmente aberta, mas a corrida às praias já começou. O sol e as altas temperaturas convidam a longas horas na toalha, à beira-mar, rio, ou na piscina. Mesmo em passeios na cidade, a exposição solar está lá e merece proteção. Mas será que sabe o porquê de se dever proteger? E por que motivo a mesma exposição ao sol de duas pessoas resulta em bronzeados totalmente diferentes?

E quanto às infeções urinárias, porque é que a prevalência é maior em mulheres? E de que formas se pode evitar a sua repetição?

Começamos por responder à primeira pergunta – o que têm em comum as infeções urinárias e os fotótipos de pele? A resposta é simples: são os temas das novas conversas Pfizer Curious. O objetivo? Desmistificar as questões mais comuns dos portugueses sobre saúde, de forma simples e rápida! São cinco minutos, pela saúde de todos! As Pfizer Curious  já nos clarificaram sobre artrite reumatoide, síndrome de burnout e candidíase vaginal e sobre dor de garganta e tinea pedis (pé de atleta).


Fotótipos de pele: a proteção é sempre necessária!



O fotótipo de pele traduz-se no grau de resistência natural de cada pele à exposição solar. É definido numa escala e tem em conta não apenas a pigmentação da pele, mas também a cor dos olhos, do cabelo, e a facilidade com que alguém se bronzeia ou queima. Diferentes fotótipos de pele devem ter diferentes cuidados na exposição solar – mesmo em dias nublados.




Infeções urinárias: sabia que há vários tipos?



Uma infeção urinária é comum, mas pode ter diferentes causas e diferentes tratamentos. Apesar de ter uma maior prevalência nas mulheres, não é uma doença exclusivamente feminina. Os sintomas principais são dor ou ardor ao urinar, aumento da frequência urinária e sensação de urgência para urinar, presença de sangue na urina… mas há outros e, em casos de infeção envolvendo o rim, podem incluir febre, vómitos, náuseas e dor na região lombar.




 










PP-UNP-PRT-0152