C-Studio
Mais informações

C•Studio é a marca que representa a área de Conteúdos Patrocinados do universo Cofina.
Aqui as marcas podem contar as suas histórias e experiências.

A pensar na escapadela de fim de semana?

Paisagens de cortar a respiração, águas límpidas e condições excecionais para atividades de turismo de natureza e aventura, são muitos os motivos para pôr Ponte da Barca na agenda já este fim de semana.

30 Julho 2021 14:59

De beleza ímpar, para a qual contribui o contraste do azul da água cristalina dos rios, praias fluviais e cascatas escondidas e o verde do Parque Nacional da Peneda-Gerês e da serra Amarela, há todo um mundo a descobrir e aventuras mil para experimentar em Ponte da Barca, cujo nome se deve à barca que antigamente ligava as margens do rio Lima, transportando muitas vezes peregrinos para Santiago de Compostela.


Natureza sublime

Descobrir Ponte da Barca, através dos seus trilhos e/ou da sua ecovia, é uma forma memorável de conhecer toda esta zona de vegetação luxuriante, integrada no Parque Nacional da Peneda-Gerês, classificado Reserva Mundial da Biosfera pela UNESCO. A pé ou de bicicleta, com toda a família ou amigos, desfrutando de todo o sossego e beleza que toda esta área tem para oferecer. Para os mais aventureiros, a oferta é também vasta: das descidas de rio e canyoning ao stand up paddle e BTT, qualquer destas opções deixará certamente vontade de regressar.


Com bom tempo, não deverá esquecer o fato de banho e a toalha para desfrutar da frescura com que as praias fluviais, lagoas secretas e cascatas idílicas regalam quem por lá passa, locais sublimes que pode percorrer mesmo quando o tempo começa a arrefecer – no outono, são os tons terra e alaranjados que dão as boas-vindas, numa explosão de cor extraordinária.

Não perca também os monumentos megalíticos da serra Amarela, os moinhos e azenhas de água e os fojos do lobo, construções em pedra usadas como armadilhas para lobos – o do Germil é um dos mais bem conservados da Península Ibérica. O Trilho Interpretativo da Serra Amarela pode ser uma boa opção para descobrir esta área. Atenção, no entanto, com quase 35 km de extensão e grau de dificuldade elevado, exige alguma preparação e naturalmente boa condição física, mas pode sempre optar por fazer apenas parte(s).



A perder de vista

De visita obrigatória é a barragem do Alto Lindoso, a mais potente do país e com a maior queda entre o nível da albufeira e a sala das turbinas. O elevador também se destaca, desta feita por ser um dos mais altos e mais rápidos da Europa. Além de impressionante, daqui obtém-se a vista de uma das paisagens mais impressionantes do Parque Natural da Peneda-Gerês.


Marcos nacionais

Se aprecia uma vertente mais histórico-cultural, Ponte da Barca tem para lhe apresentar um dos mais importantes monumentos militares nacionais, o castelo de Lindoso, de que se destaca a sua porta principal de arco quebrado e virada à vila e a convivência de elementos tanto românicos como góticos no que respeita à arquitetura. E também uma das obras-primas da arte românica portuguesa, a igreja de Bravães, classificada como monumento nacional.


Outro lugar de culto icónico é o Santuário de Nossa Senhora da Paz, local de peregrinação erguido em memória das aparições de Nossa Senhora, com uma mensagem de paz, ao pastorinho Severino Alves, corria o ano de 1917.



Marque já na agenda

Já no próximo fim de semana, o Folk Celta de Ponte da Barca vai regressar com concertos da compositora, música e cantora galega Guadi Galego e Rodrigo Leão. É no dia 31, a partir das 21h, na Praça Terras da Nóbrega.

Alguns dias mais tarde, a 12 de agosto, marque na agenda, tem início o Barca Jovem 2021. Ao longo de um mês – até 12 de setembro –, serão muitas as iniciativas deste projeto dedicado à juventude. Da música às curtas-metragens, teatro e stand-up comedy há muito para aplaudir. Pode consultar o programa na página de Facebook do Barca Jovem 2021 ou no site do município. Paralelamente, vão ter lugar atividades desportivas de natureza e aventura que não vai querer perder.