12.09.2018

Suspeito da morte de espião russo prepara-se para falar

12.09.2018 14:03 por CM
Sergei Skripal foi assassinado, sendo envenenado juntamente com a sua filha, Yulia.

Putin diz que suspeitos no ataque contra Skripal são civis

12.09.2018 09:31 por Lusa
O presidente russo disse que o país identificou os dois homens suspeitos do envenenamento do ex-espião, acrescentando que não integram os serviços secretos militares russos tal como afirma o governo britânico.

Putin afirma que sabia da verdadeira identidade dos suspeitos do ataque a Skripal

12.09.2018 08:46 por CM
Presidente russo acredita na inocência dos dois homens acusados pelo Reino Unido.
10.09.2018

Crítico de Putin diz que executaram suspeitos de ataque a ex-espião russo

10.09.2018 14:46 por David Oliveira com Leonor Riso
Analista político diz que os dois suspeitos foram mortos para “apagar o rasto dos seus actos criminosos".
06.09.2018

Reino Unido acusa agentes russos de ataque a ex-espião

06.09.2018 01:35 por CM
Polícia identifica agentes do GRU que envenenaram Sergei Skripal.
05.09.2018

Theresa May: suspeitos de ataque químico são agentes russos

05.09.2018 15:31 por Lusa
A primeira-ministra britânica, na primeira reacção à nomeação de suspeitos, afirmou que a operação foi autorizada pelos serviços secretos russos.

Rússia sobre suspeitos do caso Skripal: "Não significa nada"

05.09.2018 11:52 por Leonor Riso
A Rússia já reagiu à identificação de Alexander Petrov e Ruslan Boshirov como suspeitos do envenamento de Sergei e Yulia Skripal.

Suspeitos usaram pequeno frasco de perfume para envenenar os Skripal

05.09.2018 11:45 por Leonor Riso
Autoridades britânicas identificaram dois suspeitos russos do envenenamento de Sergei e Yulia Skripal.

Reino Unido acusa dois suspeitos do envenenamento de ex-espião russo

05.09.2018 11:13 por Leonor Riso
Autoridades acreditam ter provas suficientes para incriminar duas pessoas de nacionalidade russa.

Polícia britânica identifica suspeitos do envenenamento de ex-espião russo

05.09.2018 11:11 por CM
Autoridades acreditam ter provas suficientes para incriminar duas pessoas de nacionalidade russa.