Está provado: dinheiro não traz felicidade
Um estudo da London School of Economics concluiu que para promover a felicidade os governos devem focar-se no tratamento da saúde mental em vez de factores económicos
Está provado: dinheiro não traz felicidade
Um estudo da London School of Economics concluiu que para promover a felicidade os governos devem focar-se no tratamento da saúde mental em vez de factores económicos
  • Partilhe
Está provado: dinheiro não traz felicidade

A origem da felicidade não reside em ter muito ou pouco dinheiro, concluíram os investigadores da London School of Economics. Segundo um estudo recente, eliminar a depressão e ansiedade reduziria em 20% a infelicidade, enquanto eliminar a pobreza, reduziria a infelicidade em apenas 5%.

"As provas revelam que o que vale mais para a nossa felicidade são as relações sociais e a nossa saúde física e mental", disse ao The Independent Lord Layard, líder da equipa de economistas que realizou o estudo. "Isto exige um novo papel do estado – não na criação de riqueza, mas na criação de bem-estar."

Junte-se aos nossos fãs.
SÁBADO, pense por si

Comentários
Nome *
Email *
Localidade *
Anónimo
O seu comentário *
Está a submeter o seu comentário a esta notícia através do IP . Como não tem o login efectuado, o seu comentário está limitado a 300 caracteres e será alvo de moderação, pelo que não será publicado de imediato. Se comentar depois de efectuar login, beneficia de um conjunto de funcionalidades exclusivas para leitores registados.
Inicie sessão ou registe-se gratuitamente.

Enviar o artigo: Está provado: dinheiro não traz felicidade
Comentários

nas redes
Segue Sábado.pt
Revista SÁBADO
Assine a revista SÁBADO
SÁBADO versão Epaper
A minha conta SÁBADO
Edição n.º 664
19 a 25 de Janeiro
Copyright ©
Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução, na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media, uma empresa Grupo Cofina Media SGPS, S.A..
nas redes
amigos
120479 amigos
Dispositivos
Obrigado por ler a SÁBADO
;)
     
     
Para poder adicionar esta notícia aos seus favoritos deverá efectuar login
Caso não esteja registado no site do Record, efectue o seu registo gratuito.