Já há apostas sobre demissão Miguel Relvas
Unibet atribui uma maior probabilidade à demissão do ministro Adjunto e dos Assuntos Parlamentares do que à sua permanência no governo.
0
Já há apostas sobre demissão Miguel Relvas
Unibet atribui uma maior probabilidade à demissão do ministro Adjunto e dos Assuntos Parlamentares do que à sua permanência no governo.
  • Partilhe
0
Já há apostas sobre demissão Miguel Relvas
Por Diogo Cavaleiro - Jornal de Negócios

Ao lado das apostas para o jogo que opõe o Benfica e o Lille ou o que coloca o Newcasttle face ao Mónaco, no site da Unibet, está hoje uma aposta não desportiva: Miguel Relvas vai deixar o Governo?

O caso que tem alimentado as notícias durante as últimas semanas chegou, hoje, ao site da casa de apostas. Os visitantes estão a ser questionados se Miguel Relvas vai resistir ao desgaste causado pelas declarações políticas e por notícias em torno da licenciatura ou se, pelo contrário, vai demitir-se daquele cargo até 31 de Julho.

A Unibet atribui uma maior probabilidade a esta última situação. Ou seja, os apostadores ganham menos se colocarem o seu dinheiro na saída do ministro Adjunto e dos Assuntos Parlamentares do Executivo até àquela data, indica a empresa num comunicado enviado às redacções.

“Os apostadores que considerarem que Miguel Relvas se irá demitir do cargo de ministro podem ganhar 1,72 euros por cada euro apostado. Se acreditarem que tal não irá acontecer podem ganhar 2,00 euros por cada euro apostado”, indica o mesmo documento.

A possibilidade de Miguel Relvas se demitir tem sido comentada por vários vozes da política portuguesa, depois de ter rebentado um caso em torno da licenciatura. Ainda ontem, Marcelo Rebelo de Sousa, que sempre defendeu que Relvas não devia ter ingressado no Governo de Passos Coelho, avançou nomes para substituírem o ministro no Executivo, admitindo que essa saída vai acabar por acontecer.

Miguel Relvas obteve uma licenciatura em Ciências Políticas e Relações Internacionais na Universidade Lusófona em apenas um ano, quando o curso se estende por três anos. Para o completar, o político só teve de concluir quatro cadeiras, tendo conseguido equivalências às restantes 32 cadeiras.

Nos últimos dias, além das poucas cadeiras feitas, tem sido questionada a forma como as equivalências foram atribuídas e as próximas ligações de Miguel Relvas a vários nomes da Universidade Lusófona.

O caso da licenciatura segue-se a outros temas polémicos que envolvem o ministro, como as alegadas pressões a uma jornalista do jornal “Público”, com ameaças de divulgação de dados da sua vida privada na Internet.
Partilha o artigo
Enviar o artigo: Já há apostas sobre demissão Miguel Relvas
Comentários

Comentários
Nome *
Email *
Localidade *
Anónimo
O seu comentário *
Está a submeter o seu comentário a esta notícia através do IP . Como não tem o login efectuado, o seu comentário está limitado a 300 caracteres e será alvo de moderação, pelo que não será publicado de imediato. Se comentar depois de efectuar login, beneficia de um conjunto de funcionalidades exclusivas para leitores registados.
Inicie sessão ou registe-se gratuitamente.

nas redes
Segue Sábado.pt
Revista SÁBADO
Assine a revista SÁBADO
SÁBADO versão Epaper
A minha conta SÁBADO
Edição n.º 587
30 de Julho a 5 de Agosto
Copyright ©
Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução, na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media, uma empresa Grupo Cofina Media SGPS, S.A..
nas redes
amigos
69230 amigos
Dispositivos
Obrigado por ler a SÁBADO
;)
     
     
Para poder adicionar esta notícia aos seus favoritos deverá efectuar login
Caso não esteja registado no site do Record, efectue o seu registo gratuito.