Declarações de Draghi levam PSI-20 a acentuar queda para 1,5%
Galp, EDP Renováveis e BES desvalorizam mais de 3% e lideram as quedas em Lisboa. Europa negoceia toda no vermelho, após declarações de Mario Draghi.
0
0
Declarações de Draghi levam PSI-20 a acentuar queda para 1,5%
Por Diogo Cavaleiro - Jornal de Negócios

A bolsa nacional está a intensificar as quedas, acompanhando os deslizes sentidos por toda a Europa. As declarações do presidente do Banco Central Europeu (BCE), Mario Draghi, em que indica que os riscos para a economia da Zona Euro se materializaram, vieram trazer receios aos investidores.

O PSI-20, que subiu nas últimas quatro sessões, segue a cair 1,51% para os 4.871,38 pontos. O índice tinha começado a sessão em alta, mas logo começou a registar quedas ligeiras, que agora ganharam mais expressão.

O BCE anunciou o corte da taxa de juro de referência da região para um novo mínimo histórico nos 0,75%. A decisão já era esperada pelos economistas. Por isso, a atenção dos investidores virou-se para as declarações de Draghi, que indicou que os riscos negativos para o crescimento se estão a “materializar”, dizendo que toda a Zona Euro está a ser afectada.

Nem os dados positivos do emprego nos Estados Unidos nem a decisão de estender o programa de estímulos no Reino Unido e nem mesmo a decisão de cortar juros na China conseguiram trazer optimismo para os mercados. Se a sessão da manhã foi marcada por deslizes e valorizações ligeiras, agora há índices com variações mais expressivas. O espanhol IBEX-35 cede 2,69%, enquanto o italiano cai 2,37%. O Stoxx Europe 600 negoceia com uma quebra mais ligeira, de 0,28%.

Galp contraria subida do petróleo

Lisboa cai penalizada sobretudo, pela Galp Energia. Após as seis sessões de subida, a petrolífera desliza 3,20% para 10,735 euros. Os preços do petróleo estão a subir perto de 1% em Londres, mercado de referência para Portugal.

Na energia, a EDP cai 1,93% para os 1,932 euros e a EDP Renováveis destaca-se com a maior queda do PSI-20, com um deslize de 3,77%, o que leva as acções aos 2,784 euros.

A Jerónimo Martins também se destaca nas descidas. A dona dos supermercados Pingo Doce recua 2,29% para os 13,65 euros, continuando a ser contrariada pela rival Sonae, que ganha 2,16% e negoceia nos 0,426 euros.

Banca recua mais de 1%

Na banca, a queda é a tendência quase total. O BES cede 3,25% para os 0,566 euros, ao passo que o ESFG, a “holding” que o detém, soma 1,14% e está nos 5,34 euros. O BCP cai 1,96% para os 0,10 euros, enquanto o BPI está nos 0,568 euros, ao descer 1,39%.

Além da Sonae, também a Portugal Telecom segue em alta, ao ganhar 0,22% para os 3,627 euros. A Sonaecom soma 0,84% para os 1,328 euros, enquanto a Zon Multimédia cede 1,82% e negoceia nos 2,264 euros.

A Sonae Indústria continua em destaque. Com um volume que mais do que duplica a média dos últimos seis meses, a empresa de conglomerados de madeira soma 2,79% para os 0,59 euros, embora tenha já disparado 10%.

Partilha o artigo
Enviar o artigo: Declarações de Draghi levam PSI-20 a acentuar queda para 1,5%
Comentários

Comentários
Nome *
Email *
Localidade *
Anónimo
O seu comentário *
Está a submeter o seu comentário a esta notícia através do IP . Como não tem o login efectuado, o seu comentário está limitado a 300 caracteres e será alvo de moderação, pelo que não será publicado de imediato. Se comentar depois de efectuar login, beneficia de um conjunto de funcionalidades exclusivas para leitores registados.
Inicie sessão ou registe-se gratuitamente.

Revista SÁBADO
Assine a revista SÁBADO
SÁBADO versão Epaper
A minha conta SÁBADO
Edição nº 569
26 a 31 de Março
Copyright ©
Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução, na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da PRESSELIVRE - Imprensa Livre, S.A., uma empresa Grupo Cofina Media SGPS, S.A..
Obrigado por ler a SÁBADO
;)
     
     
Para poder adicionar esta notícia aos seus favoritos deverá efectuar login
Caso não esteja registado no site do Record, efectue o seu registo gratuito.