Segurança de Donald Trump custa uma fortuna
Proteger o Presidente eleito custa 500 mil dólares por dia aos nova-iorquinos
Segurança de Donald Trump custa uma fortuna
Proteger o Presidente eleito custa 500 mil dólares por dia aos nova-iorquinos
  • Partilhe
Segurança de Donald Trump custa uma fortuna
Proteger o Presidente eleito dos Estados Unidos está a sair caro aos contribuintes de Nova Iorque: 500 mil dólares (cerca de 473 mil euros) por dia. Além do transtorno que tem sido para os vizinhos - os milionários que moram nos prédios à volta coabitam com guardas armados com metralhadoras, com centenas de turistas que fotografam a Torre Trump, jornalistas que não saem dali e manifestações quase diariamente.

A Torre Trump é um arranha-céus, situado no número 725 da Quinta Avenida e competirá com a Casa Branca, em Washington, por ser considerada o símbolo de poder do novo Presidente. Donald Trump tem ali uma penthouse de três pisos, com vista para o Central Park, avaliada em 100 milhões de dólares (94,6 milhões de euros).

Junte-se aos nossos fãs.
SÁBADO, pense por si

Comentários
Nome *
Email *
Localidade *
Anónimo
O seu comentário *
Está a submeter o seu comentário a esta notícia através do IP . Como não tem o login efectuado, o seu comentário está limitado a 300 caracteres e será alvo de moderação, pelo que não será publicado de imediato. Se comentar depois de efectuar login, beneficia de um conjunto de funcionalidades exclusivas para leitores registados.
Inicie sessão ou registe-se gratuitamente.

Enviar o artigo: Segurança de Donald Trump custa uma fortuna
Comentários

nas redes
Segue Sábado.pt
Revista SÁBADO
Assine a revista SÁBADO
SÁBADO versão Epaper
A minha conta SÁBADO
Edição n.º 664
19 a 25 de Janeiro
Copyright ©
Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução, na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media, uma empresa Grupo Cofina Media SGPS, S.A..
nas redes
amigos
120348 amigos
Dispositivos
Obrigado por ler a SÁBADO
;)
     
     
Para poder adicionar esta notícia aos seus favoritos deverá efectuar login
Caso não esteja registado no site do Record, efectue o seu registo gratuito.