Itália em risco de novas eleições
Mundo
0
0
Itália em risco de novas eleições
A Itália, que vive um impasse político por não ter uma maioria parlamentar que lhe permita formar governo, poderá ir outra vez a votos. A possibilidade ganha força depois de Pier Luigi Bersani, líder da coligação de centro-esquerda, ter feito um ultimato ao responsável do Movimento 5 Estrelas, o ex-comediante Beppe Grillo, desafiando-o a viabilizar um novo governo ou voltar às urnas.

Na sequência do impasse criado pelos resultados das legislativas dos passados dias 24 e 25, uma aliança entre rivais pode ser a solução. Bersani, o líder mais votado, está contra um novo governo tecnocrata como o anterior, liderado por Mario Monti, opondo-se igualmente a uma coligação que inclua o centro-direita de Silvio Berlusconi, duas das opções que têm sido equacionadas. Deste modo, haverá apenas uma possibilidade de evitar novas eleições: o apoio de Grillo ao centro-esquerda, que venceu a votação para a câmara baixa, mas não dispõe de apoio suficiente no Senado.

"Agora, [Grillo] terá de dizer o que pretende. Caso contrário, vamos todos para casa, incluindo ele", afirmou Bersani numa entrevista televisiva.

A verdade é que o país está dividido entre os que querem Grillo (33%) ou Berlusconi (34%) numa coligação com Bersani. Curioso que, como demonstra a sondagem divulgada pelo ‘Corriere della Sera’, 70% dos eleitores do partido de Grillo (antigoverno) defendem a sua integração num executivo de centro esquerda.
Partilha o artigo
Comentários
Inicie sessão ou registe-se gratuitamente para comentar.
Revista SÁBADO
Assine a revista SÁBADO
Assine SÁBADO versão Tablet
SÁBADO Epaper
Edição nº 556
23 a 29 de Dezembro de 2014
Copyright ©
Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução, na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da PRESSELIVRE - Imprensa Livre, S.A., uma empresa Grupo Cofina Media SGPS, S.A..
nas redes
190915 amigos
N/A amigos
Dispositivos
Obrigado por ler a SÁBADO
;)
     
     
Para poder adicionar esta notícia aos seus favoritos deverá efectuar login
Caso não esteja registado no site do Record, efectue o seu registo gratuito.