0
Crónica: Vale a pena ser pontual? Claro que sim!
Julho 16, 2010
Nos dias que correm muitas são as pessoas que me perguntam se ainda vale a pena ser pontual. Em contexto profissional deparamo-nos com atrasos sistemáticos, horários de reuniões que não são respeitados e, ainda, na maioria dos serviços, temos que esperar eternidades. Daí a pergunta se ainda vale a pena ser pontual...
Recentemente, ao dirigir-me pela primeira vez a uma clínica, li um placar com a seguinte mensagem: “pontualidade é respeito”. Concordo plenamente.
Importa pensar um bocadinho sobre o conceito de pontualidade. Afinal o que significa? Pontualidade é exactidão. É rigor. É organização. Por isso, ser pontual reflecte uma série de características sobre o nosso comportamento e a nossa personalidade. É, também, boa educação e demonstra respeito pelas pessoas com quem interagimos.
A falta de pontualidade está quase sempre associada a má gestão: sem planeamento é preciso estar permanentemente a mudar e a reajustar rotinas e horários. As consequências do não cumprimento de horários podem ser catastróficas na projecção da imagem e na gestão da carreira profissional.
Se é daquelas pessoas que nunca chega a horas para nada a primeira coisa a fazer é uma análise das tarefas diárias: inicie esta avaliação desde o acordar ao deitar. Aceite que é preciso alterar comportamentos, por exemplo, passar a deitar-se mais cedo. Organize-se: atrasos e desorganização andam de mãos dadas!
É preciso estar consciente da passagem do tempo, pelo que os relógios são determinantes: no pulso, no telemóvel, no carro, no computador… A escolha é diversificada e ajuda a estarmos consciente das horas.
Planeie e programe com rigor. Comprometa-se consigo próprio a estar sempre dez minutos antes da hora marcada, podendo assim contornar eventuais atrasos. Na eventualidade de chegar cedo, o que raramente acontece por motivos de trânsito e complexidades de estacionamento, aproveite os minutos disponíveis para ler, para cuidar da sua imagem ou para tomar um café.
Sempre que se atrase para um compromisso telefone antecipadamente a avisar e não à hora que o encontro estava marcado. Este gesto é revelador da sua educação, responsabilidade e profissionalismo.
É preciso determinação para mudar uma postura infelizmente tão marcada na nossa sociedade. Desejo boa sorte!
Susana de Salazar Casanova
email: protocolocompt@yahoo.com
Partilha o artigo
Enviar o artigo: Crónica: Vale a pena ser pontual? Claro que sim!
Comentários

Comentários
Nome *
Email *
Localidade *
Anónimo
O seu comentário *
Está a submeter o seu comentário a esta notícia através do IP . Como não tem o login efectuado, o seu comentário está limitado a 300 caracteres e será alvo de moderação, pelo que não será publicado de imediato. Se comentar depois de efectuar login, beneficia de um conjunto de funcionalidades exclusivas para leitores registados.
Inicie sessão ou registe-se gratuitamente.

Revista SÁBADO
Assine a revista SÁBADO
SÁBADO versão Epaper
A minha conta SÁBADO
Edição nº 572
16 a 22 de Abril
Copyright ©
Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução, na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da PRESSELIVRE - Imprensa Livre, S.A., uma empresa Grupo Cofina Media SGPS, S.A..
Obrigado por ler a SÁBADO
;)
     
     
Para poder adicionar esta notícia aos seus favoritos deverá efectuar login
Caso não esteja registado no site do Record, efectue o seu registo gratuito.