16
Aprenda a "saber estar"
  • Partilhe
Março 04, 2011
A expressão “saber estar” e comummente utilizada em diversos âmbitos e circunstâncias. Ao ser ouvida, ou lida, é, então, interpretada por cada um à luz das suas próprias circunstâncias.

Alguns acham que “saber estar” é um comportamento inatingível e maçador, prerrogativa de uma minoria privilegiada pelo estatuto social ou pela fortuna. Outros, julgo eu mais sensatos, sabem que o “saber estar” é uma postura que deve ser assumida por cada um, não só na vida social como, sobretudo, na vida profissional, onde o percurso académico e a experiência podem já não ser garantia de colocação e/ou sucesso.

Em meu entender, “saber estar” é uma atitude global que resulta, em primeira instância, do “saber ser” e que se poderá, de forma muito sintetizada, descrever-se da seguinte forma:

- Basear as relações interpessoais no respeito: pelo outro, pelas suas circunstâncias, pela sua forma de ser, pelo seu espaço, pelo seu tempo.
- Actuar de boa fé e de acordo com princípios éticos, sem preconceitos nem falsos moralismos.
- Aceitar a diferença.
- Evitar julgar, não difamar nem alimentar bisbilhotices.
- Agir sempre com base nos mais elementares princípios de boa educação e cortesia: saber saudar e cumprimentar, ser pontual, respeitar regras e normas de convivência.
- Falar e escrever correctamente do ponto de vista semântico e gramatical, ajustando a linguagem ao contexto comunicacional.
- Cumprir com correcção o papel de convidado ou anfitrião, em ambiente social e profissional, num contexto nacional e internacional.
- Manter sempre presente o princípio universal de que tudo comunica, atentando não só à comunicação verbal, como também à linguagem não-verbal. Sobretudo neste aspecto, a coerência é fundamental.
- Cuidar da imagem visual, adequando-a à compleição física, à idade, ao estatuto social e profissional, ao ambiente, à hora do dia, à estação do ano. Não abdicar de se sentir bem dentro da roupa usada.
- Evitar fazer perguntas embaraçantes, não recorrer a temas de conversa constrangedores nem inundar os outros com problemas e desgraças pessoais.
- Saber ouvir, dar espaço aos demais para que se expressem, não monopolizar a conversa.
- Cuidar da imagem em ambiente digital e ter muito presente as regras que regem o mundo web.
- Em ambiente social, conceder a precedência de acordo com critérios de género e idade e em ambiente profissional de acordo com critérios de hierarquia e estatuto.
- Optar por comportamentos social, ambiental e economicamente responsáveis.
- Aumentar a apetência por produtos “green” e pelo acto de reciclar, pois o planeta “agradece” e, cada vez mais, existe a consciência de que é imprescindível.
- Privilegiar o muito bom atendimento porque para o cliente, quem atende representa a empresa e/ou marca. Também no atendimento, a honestidade e a transparência são valias valiosíssimas.
- Sentir a ostentação como uma afronta, pois tendo em conta a realidade universal, a exibição e o novo-riquismo tenderão a ser, cada vez mais, socialmente mal aceites.

Cristina Marques Fernandes
http://protocolopt.blogspot.com
Partilha o artigo
Enviar o artigo: Aprenda a "saber estar"
Comentários

Comentários
Nome *
Email *
Localidade *
Anónimo
O seu comentário *
Está a submeter o seu comentário a esta notícia através do IP . Como não tem o login efectuado, o seu comentário está limitado a 300 caracteres e será alvo de moderação, pelo que não será publicado de imediato. Se comentar depois de efectuar login, beneficia de um conjunto de funcionalidades exclusivas para leitores registados.
Inicie sessão ou registe-se gratuitamente.

nas redes
Segue Sábado.pt
Revista SÁBADO
Assine a revista SÁBADO
SÁBADO versão Epaper
A minha conta SÁBADO
Edição nº 591
27 de Agosto a 2 de Setembro
Copyright ©
Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução, na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media, uma empresa Grupo Cofina Media SGPS, S.A..
nas redes
amigos
71970 amigos
Dispositivos
Obrigado por ler a SÁBADO
;)
     
     
Para poder adicionar esta notícia aos seus favoritos deverá efectuar login
Caso não esteja registado no site do Record, efectue o seu registo gratuito.