Assange numa cela electrónica (vídeo)
Vídeo mostra o fundador do WikiLeaks sob constante vigilância
Assange numa cela electrónica (vídeo)
Vídeo mostra o fundador do WikiLeaks sob constante vigilância
  • Partilhe
Assange numa cela electrónica (vídeo)
Para assinalar os seis meses de detenção do seu fundador, o WikiLeaks divulgou um comunicado e um vídeo a denunciar as condições em que Julian Assange está detido. “Estão a tratá-lo como a um animal enjaulado”, afirma, no vídeo, Sarah Harrison, uma das suas colaboradoras mais próximas. Nas imagens é relatada a rotina de Assange, altamente condicionada por esquemas de vigilância – entre outras coisas, é obrigado a usar pulseira electrónica e os seus movimentos são filmados 24 horas por dia. No vídeo, em que Assange – que aguarda uma possível extradição para a Suécia, onde é acusado de crimes de natureza sexual – não fala, Sarah Harrison mostra as câmaras no exterior da propriedade e sublinha que são até capazes de gravar as matrículas dos carros que passam.

Assange numa cela electrónica (vídeo)

Junte-se aos nossos fãs.
SÁBADO, pense por si

Comentários
Nome *
Email *
Localidade *
Anónimo
O seu comentário *
Está a submeter o seu comentário a esta notícia através do IP . Como não tem o login efectuado, o seu comentário está limitado a 300 caracteres e será alvo de moderação, pelo que não será publicado de imediato. Se comentar depois de efectuar login, beneficia de um conjunto de funcionalidades exclusivas para leitores registados.
Inicie sessão ou registe-se gratuitamente.

Enviar o artigo: Assange numa cela electrónica (vídeo)
Comentários

nas redes
Segue Sábado.pt
Revista SÁBADO
Assine a revista SÁBADO
SÁBADO versão Epaper
A minha conta SÁBADO
Edição n.º 643
25 a 31 de Agosto
Copyright ©
Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução, na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media, uma empresa Grupo Cofina Media SGPS, S.A..
nas redes
amigos
101622 amigos
Dispositivos
Obrigado por ler a SÁBADO
;)
     
     
Para poder adicionar esta notícia aos seus favoritos deverá efectuar login
Caso não esteja registado no site do Record, efectue o seu registo gratuito.