TAP propõe aumento salarial de 0,9%
A proposta da TAP prevê um aumento salarial de 0,9%, com retroactivos a Janeiro deste ano, para os cerca de 3400 trabalhadores de terra da companhia
TAP propõe aumento salarial de 0,9%
A proposta da TAP prevê um aumento salarial de 0,9%, com retroactivos a Janeiro deste ano, para os cerca de 3400 trabalhadores de terra da companhia
  • Partilhe
TAP propõe aumento salarial de 0,9%

Os trabalhadores de terra da TAP terão este ano um aumento salarial de 0,9%, se aceitarem a proposta ultimada pela empresa, esta sexta-feira, depois de cinco anos de congelamento salarial. Fonte da empresa disse à Lusa que foi alcançado um acordo de princípio entre a administração da empresa e os nove sindicatos representantes do pessoal de terra, que terá ainda de ser ratificado pelos respectivos associados.

 

O dirigente do Sindicato dos Trabalhadores da Aviação Civil (SITAVA) Paulo Duarte não tem a mesma perspectiva, pois considerou que existe apenas uma proposta da empresa que tem que ser avaliada.

Junte-se aos nossos fãs.
SÁBADO, pense por si

Comentários
Nome *
Email *
Localidade *
Anónimo
O seu comentário *
Está a submeter o seu comentário a esta notícia através do IP . Como não tem o login efectuado, o seu comentário está limitado a 300 caracteres e será alvo de moderação, pelo que não será publicado de imediato. Se comentar depois de efectuar login, beneficia de um conjunto de funcionalidades exclusivas para leitores registados.
Inicie sessão ou registe-se gratuitamente.

Enviar o artigo: TAP propõe aumento salarial de 0,9%
Comentários

nas redes
Segue Sábado.pt
Revista SÁBADO
Assine a revista SÁBADO
SÁBADO versão Epaper
A minha conta SÁBADO
Edição n.º 664
19 a 25 de Janeiro
Copyright ©
Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução, na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media, uma empresa Grupo Cofina Media SGPS, S.A..
nas redes
amigos
120591 amigos
Dispositivos
Obrigado por ler a SÁBADO
;)
     
     
Para poder adicionar esta notícia aos seus favoritos deverá efectuar login
Caso não esteja registado no site do Record, efectue o seu registo gratuito.